NOUVELLES

Miguel Queirós – Embaixador ETMA para o Valor “Conhecimento”

16 avril, 2021 No Comments

“Orgulho e gratidão” é o sentimento com que Miguel Queirós, Diretor de Engenharia Industrial, ficou quando percebeu que tinha sido nomeado pelos seus colegas de trabalho para Embaixador ETMA para o valor “Conhecimento”. Um papel que desempenha com muito afinco dentro empresa, sendo vários os exemplos de práticas de partilha de conhecimento que tem vindo a implementar ao longo dos já vários anos de ligação à ETMA.

Relativamente à nomeação, Miguel Queirós refere o sentimento de “orgulho porque é sempre bom sermos reconhecidos por alguma coisa pela qual lutamos”, sublinhando o facto de ser “uma pessoa curiosa que gosta de saber e de aprender, bem como de partilhar esse conhecimento, ajudando também os outros a descobrir coisas”. Uma faceta complementada pelo facto de ser também professor no IPCA – Instituto Politécnico do Cávado e do Ave.

Por outro lado, “o sentimento de gratidão por ver esta minha característica reconhecida pelos meus colegas, pelas pessoas que comigo trabalham e me acompanham no dia a dia. Pessoas essas que, provavelmente, são também aquelas com quem partilho o meu conhecimento”.

Miguel Queirós ladeado pela sua equipa de trabalho. Uma partilha diária de conhecimento para que, em conjunto, consigam gerir os projetos de prototipagem desenvolvidos na ETMA.

AÇÕES DE PARTILHA DE CONHECIMENTO

Já no papel de Embaixador ETMA, e em conjunto com a sua equipa de trabalho, Miguel Queirós tem em curso diversas ações de partilha de conhecimento que irão decorrer ao longo deste ano.

Uma dessas atividades passa, atualmente, pelo desenvolvimento de uma intranet que, “embora ainda esteja muito insipiente, possibilitará a salvaguarda de uma série de documentos”. Mas não só, permitirá também a sua divulgação. Como refere Miguel Queirós, “a área de engenharia industrial da ETMA concentra toda a informação da empresa em termos operacionais e produtivos. Se essa informação estiver apenas guardada, não serve de nada. Tem de ser partilhada, divulgada e estar facilmente acessível”.

Assim, e pelo facto de “a ETMA utilizar ferramentas como Microsoft Stream e Microsoft Sharepoint, torna-se possível desenvolver uma intranet que se assume como portal de engenharia, retirando daí uma vantagem excecional no sentido de guardar toda esta informação numa nuvem e, portanto, estar segura, à salvaguarda de qualquer tipo de hackers e assaltos informáticos. E, simultaneamente, disponibilizar a qualquer pessoa dentro da empresa essa mesma informação”.

Imagem ilustrativa dos tutoriais que estão a ser desenvolvidos.

Uma outra ação de partilha de conhecimento que merece destaque partiu da ideia de José Sá, um dos técnicos da equipa de Miguel Queirós. No âmbito do programa de ideias “Open Innovation” (canal interno criado pela ETMA que permite aos seus colaboradores a apresentação de sugestões de melhoria a implementar na empresa), José Sá propôs a criação de tutoriais acerca dos processos produtivos.

Assim que Miguel Queirós teve conhecimento desta ideia não teve dúvidas que teria “pernas para andar” e motivou o seu colaborador a avançar. “Esta ideia é excelente e surge na altura certa, uma vez que o aumento da informatização do chão de fábrica, que atualmente se regista, cria as condições ideais para avançarmos com a criação de instruções de trabalho de uma forma muito mais fácil, apresentando tutoriais como se estivéssemos, por exemplo, num Youtube”.

Este é um exemplo claro de que Miguel Queirós não só promove, como também apoia as iniciativas dos seus colaboradores. Como sublinha, “tenho de reconhecer que não sei fazer tudo, nem pouco mais ou menos. E tenho colegas aqui comigo a trabalhar que têm valências que eu não tenho. Então, há que lhes dar incentivo, dar-lhes condições para que avancem e, assim, todos beneficiamos e retiramos valor para a empresa”.

Na qualidade de Embaixador para o valor “Conhecimento”, fica a promessa de “continuar a promover um conjunto de ideias internamente, embora, no essencial, a criação e implementação destes dois projetos vá ocupar grande parte do ano em curso. O fundamental não é ter muitas ideias e, depois, não conseguirmos pô-las em prática. O que faz sentido é implementar estas, dar-lhes sustentabilidade, e, posteriormente, analisar e dar vida a outros desafios”.

Brevemente, será dado a conhecer mais um dos Embaixadores para os Valores da empresa, na certeza de que este é um caminho que se configura estratégico para o crescimento e consolidação da cultura organizacional da ETMA.